Skip to content

DIY: Prateleiras coloridas!

Hoje o post é bem diferente dos que vocês estão acostumados a ver por aqui… Mas a causa é nobre! Hehe! Desde que mudei pro novo apartamento, vivia pensando no tipo de decoração que queria para ele. Sou meio camaleoa e cada hora quero uma coisa num estilo diferente, é um inferno… Além disso, já tenho mobília do apê anterior, então o truque ficou ainda mais sério! Bem, como o novo cafofinho é todo branco, decidimos investir em pontos de cor no apartamento, já que sofá/mesa de jantar/escrivaninhas/rack são todos marrons… 😛 É muito importante que, ao começar a decoração, você tenha em mente uma paleta de cores… Vai por mim, é sério! Senão, você corre o risco de nada harmonizar, fica uma verdadeira bagunça visual! Bom, nossa cartela de cores escolhidas foi essa:

Roxo/lilás é uma cor que eu adoro, mas não iríamos pintar paredes ou coisa parecida, então a solução para nós foi montar a nossa escrivaninha com cavaletes desta cor (ficou uma graça, modéstia à parte! <3), e pintar as prateleiras também! E assim começa nossa odisséia… Não vou mentir pra vocês, deu trabalho, sim. Foram 2 dias inteirinhos dedicados a pintar as prateleiras de branco, esperar secar, e dar mais 3 demãos de tinta roxa pra ficar bom, com a ressalva de que a tinta roxa era a óleo (a branca era a base d’água, muuuito mais ráido e prático) e demorou uma vida pra secar, mesmo com todo sol e vento! Mas foi uma trabalheira gostosa, pelo menos pra mim que sempre fui meio fã de DIY, pintura… Curti a experiência e repetiria, sim! 🙂 Eis então que o esforço foi recompensado:

Ainda estamos longe de chegar ao estágio final de tudo, afinal, não temos nem 1 mês dentro do apê e só o indispensável para viver com dignidatchy, né? Aos poucos e com calma a gente vai pensado no que mais vai ser feito no apezim!

Lições que aprendi nesse processo:

  • Use roupas bem velhas pra começar os trabalhos;
  • Forre bem o chão de jornal e fixe-o com fita adesiva;
  • Se preciso for, lixe as peças antes de pintar, senão a tinta não pega. No meu caso não precisei porque a madeira era crua, mas no caso de móveis com verniz, é obrigatório. Use lixa 60 ou 80, a depender da necessidade.
  • Prefira tintas a base de água. Tintas a óleo precisam ser diluídas com solventes que fedem horrores (Aguarraz, etc…), e a própria tinta também tem cheiro forte. Se você vai fazer dentro de casa o processo, fuja de tinta óleo!
  • Use tintas com acabamento fosco. As brilhantes tendem a distorcer a cor da tinta!
  • Pra superfícies pequenas, use rolinhos de esponja pequenos. Nos cantinhos, use pincel, vale até aquele seu pincel de blush bem velhão que você ia jogar fora! Huahuahua!
  • Deixe a peça secar pelo menos 3 horas, não adianta se afobar!
É isso, pessoal, espero que as dicas e o processo em si tenham sido úteis! 🙂

4 Comments

  1. Oie!
    Menina meudei a pouco tempo tb!
    E bastou 3 pratileiras, para eu perceber que sou realmente péssima com trabalhos manuais! kkkkkkkkkk
    Mas continuo tentando!!! kkkk
    Bom final de semana, beijos!
    http://www.terapiafeminina.com

    • Clarice Clarice

      Que nada, Thalita! A prática leva à perfeição, no começo achei que não fosse dar certo e até tive pequenos acidentes de percurso, mas no fim ficou bem legal e eu adorei! <3

    • Clarice Clarice

      Hahahaha! o////

      E sofro MUITO quando o livro acaba!!!! :(((((

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *