[07-Dec-2018 10:29:50 UTC] PHP Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function add_action() in /home/gorditac/public_html/wp-content/themes/apex/inc/customizer.php:3 Stack trace: #0 {main} thrown in /home/gorditac/public_html/wp-content/themes/apex/inc/customizer.php on line 3 [07-Dec-2018 15:53:48 UTC] PHP Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function add_action() in /home/gorditac/public_html/wp-content/themes/apex/inc/customizer.php:3 Stack trace: #0 {main} thrown in /home/gorditac/public_html/wp-content/themes/apex/inc/customizer.php on line 3 design Skip to content

Tag: design

Quero morar num buraco!

Mas morar num buraco com estilo, que fique claro!

Passeando pela internet, me deparei com umas fotos de uma casa que é simplesmente sensacional e que é nada mais, nada menos que um verdadeiro buraco!

Alguém sabe onde que fica? Quero ir djá!

1 Comment

Sapatos por Kerrie Luft

Não é segredo pra ninguém que nós, mulheres, somos apaixonadas por sapatos, umas mais, outras menos. Passeando pela internet me deparei com uma feliz combinação: sandálias belíssimas inspiradas no movimento artístico Art Nouveau, um dos meu favoritos! #amo

A criadora dessas belezinhas chama-se Kerrie Luft. Olha a linda aí embaixo:

Agora dá só uma olhada nesses sapatos que são puro fetiche!!

Ai, vamos combinar que são de tirar o fôlego, não é? Muito chiques, e as inspirações no movimento artístico são assim muito interessantes, eu adoro quando uma roupa ou acessório busca uma referência inusitada que seja absolutamente usável. Acho chique a moda intelectualizada!

Agora a altura desses saltos chega a dar vertigem… Ui! Não sei se conseguiria usar, mas com certeza estaria exposta numa bela estante, porque né? Tá digno de artigo de decoração! rs

E vocês meninas, gostaram?

5 Comments

Au Revoir, McQueen!

É nem um pouco minha cara fazer um post sobre  missas e/ou eventos religiosos, mas este é um caso muito, muito especial. Ontem (19) foi a missa de homenagem a Alexander McQueen, na Catedral de St Paul’s, em Londres. O estilista suicidou-se em fevereiro deste ano em sua mansão e foi encontrado morto pela irmã, junto com uma carta de “farewell”.

Ui! Na missa compareceram familiares e as belas Stella McCartney, Sarah Jessica Parker, Naomi Campbell e a musa do McQueen, Kate Moss.

Mesmo no luto, as divas estão puro glamour e luxo né?  O  que é o visual da SJP? #amei

Alexander McQueen era queridinho de muitas famosas, inclusive da diva-mor-bizarra da atualidade, Lady Gaga.

Há tempos que eu queria fazer um post sobre o estilista, mas digamos que eu perdi o timing. Enfim, tem muita coisa pra falar sobre esse estilista controverso de estilo forte, gótico, rock ‘nd roll! Mas acho que imagens valem mais do que palavras, então… Só pra vocês sentirem a presença de McQueen:


É, Alex, sentiremos saudades… 🙁

Beijo!

1 Comment

Ser designer é…

* ter o despertador avisar a hora de ir dormir, e não a hora de acordar;
* ter uma diéta a base de café, Coca-Cola e RedBull;
* ter fones de ouvidos quase implantados na sua cabeça;
* tomar café da manhã, almoço e janta ao mesmo tempo;
* ter os amigos dizerem “Que bonito isso!” mas não entenderem o conceito;
* refazer um job pois ninguém entendeu o conceito;
* ter mais fotos de coisas do que de sua família;
* saber usar o Photoshop, Illustrator, InDesign e Dreamweaver mas não entender como rodar o Excel;
* comprar revistas de R$ 50 mas não ter tempo de ler;
* não conseguir olhar para qualquer coisa gráfica sem tentar melhorá-la na sua cabeça;
* não conseguir andar pelo shopping sem criticar embalagens de produtos;
* ouvir sua vó lhe apresentar orgulhosamente como “artista” para amigos;
* sua mãe achar que você trabalha com computadores;
* ser confundido como “técnico em informática” pois “você passa muito tempo na frente daquele tal computador”;
* cobrar o cliente constantemente o briefing e materiais para não estourar o cronograma;
* cliente demorar para enviar o briefing e materiais e depois reclamar que você está estourando o cronograma;
* terminar o projeto após 3 meses e 20 rodadas de aprovação para o cliente dizer “não sei…acho que não ficou muito legal”;
* passar metade do projeto convencendo o cliente que você sabe o que está fazendo;
* passar a outra metade do projeto explicando ao cliente que você está cobrando pelo seu conhecimento;
* ter alguém dizer “Meu sobrinho também faz dizáin“. E quando questionado sobre em qual período ele se encontra, escutar um “Tá terminando o Ensino Médio”;
* acordar se sentido um “garoto de programa” pensando em duas coisas: 1) você precisa parar com isso. 2) você precisa cobrar mais caro por isso;
* passar metade da vida falando pra todo mundo que “logomarca” não existe;
* desistir de ensinar a todo mundo que “logomarca” não existe;
* estranhar aquela luz amarela no céu quando você finalmente sai de casa durante o dia;
* ter que explicar a um cliente que uma gráfica não imprime uma imagem JPG com resolução de 72dpi e em RGB para fazer um outdoor;
* ter que explicar ao cliente o que é JPG, dpi, RGB e “cêmique“;
* ter que explicar que Pantone não é aquele pão com frutas cristalizadas que vendem no natal;
* acordar dia após dia, sabendo que essas coisas nunca vão mudar e mesmo assim pensar: “Eu não me vejo fazendo nada melhor na vida. Amo tudo isso”

Fonte: Design on the Rocks via @anjodeasapreta

2 Comments