Pantene: uma grata surpresa

Com essa mudança de cidade e correria para encontrar apê novo, acabei deixando muitas coisas para o marido trazer. Dentre eles, meus produtinhos de cabelo. Daí, lá fui eu para o supermercado procurar um quebra-galho para salvar a cabeleira de um desastre… E, em se tratando de cabelos curtos, tudo fica mais evidente!
E aí, vem aquela dúvida cruel: em qual marca devo apostar desta vez?
A escolhida, um pouco a contragosto, confesso… Foi a Pantene! Digo isso porque já havia experimentado uma vez e a juba não topou legal o teste, não rolou sentimento. Anos depois, resolvi dar outra chance, desta vez, para este aqui:

20130413-120848.jpg
Olha, não poderia ter acertado mais! Essa nova linha de restauração total que eles lançaram caiu como uma luva para os meu cabelos, que são ondulados, finos, quimicamente tratados e, por isso, frágeis e temperamentais!
Estou usando há uma semana, e o resultado é visível: os fios estão menos arrepiados, o cabelo está sedoso, até nas partes mais ressecadas! Peço desculpas a vocês por não ter feito um antes e depois, porque nem eu mesma acreditei que fosse dar tão certo!
Por isso, para quem está procurando um produtinho baratex para alternar com os mais caros, ou está em busca de uma alternativa mais barata para cuidar dos cabelos, esta é a minha mais nova dica de ouro! Os produtos da Pantene são facilmente encontrados em supermercados e farmácias, ou seja, dificuldade zero!
O kit custou algo em torno de R$20,00, e eu comprei o meu no Bompreço da Pituba!

Lembrando que este post não é jabá, beleza? 😉

Bom final de semana, bonitas!

Inspiração do dia

Eu estou oficialmente apaixonada pela Nadia! Já falei dela pra vocês aqui, desde então sempre vou visitar o blog dela pra conferir os looks. Acho bárbaro o modo como ela se relaciona com a moda, quebrando paradigmas, sem medo de botar as pernas de fora – sempre com muito estilo. Nem todos os looks eu gosto (bem poucos não me agradam, na verdade), mas esse, por exemplo, dá vontade de fazer um steal the look, sair exatamente assim! <3

Ficou linda de cabelo curto! *_*

Desejando: Auréolas

Calma, gente… Ninguém aqui quer pagar de santinha! Huahua!

Mas é que não dá pra passar batida essa novidade que apareceu nas passarelas da Balenciaga para a coleção de Primavera/Verão 2013! Estou apenas de-se-jan-do!!!!

Meio futurista, meio angelical… Fato é que fica lindo demais nos cabelos, e já fico (me) imaginando um desses com uma água de coco na beira da praia… Ah, o verão! <3

Espero conseguir fazer um update deste post dizendo onde achar as versões inspired!!!!

Via: Oracle Fox

Silver & Soft

Hoje vou trazer pra vocês uma dica que na verdade foi uma grata surpresa! Como vocês sabem, estou em busca do platinado perfeito e com isso vem os cuidados extras que tive que adotar com a cabeleira. Porque não é só pintar o cabelo, é preciso clareá-lo MUITO para conseguir o efeito desejado, então vocês podem imaginar o estado que o cabelo fica: poroso, seco, sem jeito, e a gente já fica no desespero.

Bem, eu não tenho quase nenhuma experiência em tratamentos capilares, principalmente cabelos descoloridos, então lá fui eu enlouquecer com os mil produtos que vendem na Ikesaki.

Então eis que uma atendente simpática not me deu alguns produtos pra que eu conseguisse hidratar e chegar no tom de loiro platinado desejado. Só que os produtos para hidratar os cabelos eram totalmente desconhecidos por mim, nunca tinha visto e muito menos sequer ouvido falar. A atendente lá com aquele papinho de que muitos produtos só vendem por causa da marca, e que outras bem mais baratas surtiam o efeito desejado e até com resultados superiores aos das marcas conhecidas. MUITO desconfiada, até porque a ~delicadeza da pessoa foi comovente, comprei os tais produtos.

Bem, ainda não cheguei no platinado querido, mas estou quase lá, mas eis que então chegou a hora de hidratar! Aí deixei o L’Oreal de lado um pouquinho e resolvi arriscar a dica da atendente, afinal, levei o bendito pra casa, né?!

Gente… Com muito medo no coração, fiz a hidratação com esse produto, mas agora digo sem medo de ser feliz… Isso é um milaaaaaaagre em creme! Hahaha! Olha só:

Gente, sério, o cabelo ficou, digamos, 80% melhor do que estava, após a tintura que apliquei nele ontem! Cheirinho de frutas (lembrou os da Bed Head!), consistente e rende que é uma beleza! E o bacana deste produto é que ele é meio mil e uma utilidades, sabe? É indicado para não só hidratar (que foi o que eu fiz), mas também para cauterizações e para reforçar o cabelo antes de alisamentos. Nessas duas modalidades eu não sei qual o resultado, mas como máscara hidratante, foram 20 minutinhos abençoados!

O preço eu não lembro exatamente, mas foi algo em torno de 30 realidades! Fica então a dica de um produto bom, bonito (nem tanto kkkkk) e barato! 😀

A saga do cabelo loiro

Pois é, pessoal! Aqui está dona Cacau mais uma vez atacando a cabeleira… Depois de tantas mudanças que já passaram por aqui, acho que posso dizer que nessa eu me superei! Hehe!

Sabe quando a gente quer mudar alguma coisa no visual e não sabe o que é? O cabelo já bem curto e com um sidecut pra lá de extravagante, fiquei matutando o que poderia fazer… Eu estava com vontade de platinar o cabelo pra virada do ano novo, mas como toda pessoa ansiosa, resolvi antecipar o processo… Momento “vexatório” da parada! Huahuahua!

Pra quem ficou curioso, usei água oxigenada de 40 volumes e depois apliquei a coloração 03 da L’Oreal, “Loiro muito muito claríssimo acinzentado”. Eu confesso que achei muito engraçado o nome, no mínimo enfático! Mas, a primeira parcial deste processo provocou o seguinte resultado:

Repararam que algumas mechas do cabelo ficaram bem mais claras? Ah, vou confessar  que essa primeira parte não gostei, achei o cabelo bem amarelo-ovo, quase desisti e voltei pro  castanho, mas fui uma menina persistente fui lá providenciar outro kit pra clarear mais o cabelo… E melhorou bastante! Hoje, tá assim:

Desculpem a qualidade da foto, é de celular! 🙁

Ainda não é o tom que eu quero pro cabelo, mas já estou bem mais satisfeita com este! Agora estou naquela fase de preparar psicologicamente o picumã pra receber mais uma sessão de água oxigenada e aguentar o tranco… Olha, nunca fiz um processo químico tão pesado no cabelo, e vou te contar… Dá trabalho e gasto! Eu não fiz em salão, como vocês podem ter notado pelas fotos do processo (kkkkkkk), e só de produto pra cuidar do cabelo foi uma graninha… Mas tá valendo a pena, estou gostando!

De antemão, deixo logo duas dicas de produtos bem legais que não são tão caros e você encontra em qualquer farmácia:

O Shampoo roxo, pra quem não sabe, é pra tirar o tom amarelado do cabelo… Sabe o cabelo grisalho que, depois de um tempo, vai amarelando? Então, com loiros claríssimos acontece a mesma coisa, e a gente precisa ter sempre o cuidado pra manter a cor do cabelo o mais platinado possível, se esse é o seu objetivo, claro… Mas não use sempre, pois corre o risco de acinzentar demais o cabelo e provocar um efeito não muito legal… Os da John Frieda são pra uso cotidiano mesmo, eles tem a função de realçar as mechas mais claras do cabelo, pra quem tem luzes por exemplo é ideal! Vale o investimento!

A meta é deixar a cor assim:

Agora, a pergunta que não quer calar: Será que eu consigo? Wish me luck! 🙂

Cabelo novo!

Já vinha há algum tempo ensaiando cortar o cabelo, depois de quase 3 anos apenas criando e aparando beeem de vez em quando! Só que a pessoa aqui é bem indecisa quando o assunto é cabelo, porque é tanta coisa que eu quero fazer nele… Acabo nunca fazendo nada!

Só que Domingo é dia daquela depressão básica antes da semana de trabalho, né? E é justamente nesse dia que eu fico inquieta pra fazer alguma coisa me dar um “power up”! Agora foi a vez da tesoura!

ANTES

 

DEPOIS

 

Tcharaaaaaaam! Radical né? Principalmente quando é a própria pessoa que manobra a tesoura… Eu estava na maior dúvida entre manter o cabelo longo e lançar um undercut (pra quem não sabe, é quando uma parte de baixo do cabelo é raspada) ou sidecut (mesma lógica, só que na lateral da cabeça), ou fazer um corte mais curto, que fosse prático pra o meu dia a dia tão corrido que é aqui em São Paulo. É, entrei pra estatística de mulheres que resolveram aderir ao corte curto por praticidade, embora eu tenha me prometido variar bastante nos penteados… Vamos ver se eu consigo!

Mas vou contar uma coisa a vocês: ainda não desisti de fazer mais uma transformação radical ainda no cabelo! Deixa eu me acostumar a esse primeiro.

Eu gosto muito dos posts de inspiração capilar que a Mari Figueiró faz para o blog dela. Recomendo a visita!

 

Agora, a pergunta que não quer calar: aprovado???

 

ps.: repararam na câmera? Estamos salvos, comprei uma nova ontem e estou apaixonada! <3

Meu mais novo dilema: ombré hair

Eu não chego a ser uma metamorfose ambulante capilar (metira!!! amo mudar o tempo todo e vivo arrumando pretexto pra isso!!! mwahahahahahahhaah), mas vocês acompanharam aqui a minha última mudança mais drástica da cabeleira, né?

Pois muito bem, estou aqui na minha luta firme e forte para deixar o cabelo crescer, me segurando pra não voltar a pintar de preto, fazer mechas rosas ou verdes ou violetas (!!!), meu cabelo tá cada vez mais bem tratado e bem cuidado, graças aos produtos que venho usando nele (e vou ficando falida nessa brincadeira….), as pessoas têm elogiado muito, e isso tem me mantido afastada das químicas. #rehab

Mas depois dessa febre de ombré hair, não sei, tá me dando uma vontade louca e insana de fazer…

Ombré who????

Calma! Pra quem não conhece o termo, ombré hair (fala-se ombrê porque é french inspired :P) consiste em você fazer o clareamento gradativo das madeiras, deixando as raízes mais escuras, e fazer um degradê até as pontas. É como se você tivesse deixado de retocar as raízes e o cabelo foi crescendo, crescendo… O efeito é bem marcado, e o visual fica bem ousado…

Olha só quem é (obviamente) a minha musa inspiradora do ombré hair: Drew Barrymore!

Agora digam se eu não tenho razão de querer pra toda a vida um cabelo assim, gente? <3

E olha que eu sempre tive aversão genuína por ficar loira, admito pagar a língua!!!!

 

Tá, então qual é a das tais mechas californianas?

Ahá, boa pergunta! No início eu achava que é tudo a mesma coisa, mas nada disso, minha gente! A diferença está no comprimento da mecha. Enquanto o ombré tem por objetivo marcar bem as raízes escuras, as californianas tem a função de abrir a cor do cabelo sem no entanto fazer as tais “luzes”. É você pegar algumas mechas do cabelo e subir descolorindo, pra dar o efeito “queimadinho de sol”. E se a Drew é a rainha do ombré hair, a rainha consagrada a californiana é ninguém menos que: La Bündchen!

Tá bom Gi, você me fascina também, mas a créme de la créme no momento é o ombré hair, tsá? Sorry!

Esse estilo de clareamento dos cabelos é relativamente recente, do final de 2010 pra cá, e tem feito a cabeça (dã) de muita celebz mundinho afora…

Rachel Bilson

 

Jessica Biel

 

Alexa Chung-pega-de-surpresa

 

Sarah Jessica Parker (we love Carrie!!! <3)

 

Lauren Conrad

 

Meu cabelo está cortado em V, camadas e franjão, tudo bem “wavy”, estilo Farrah Fawcett‘s feelings… Quem me dera!!!!

Agora fica a enquete: faço ou não faço o tão falado ombré hair?